Obsessão, fascinação, subjugação e possessão

Na atualidade os grupos mediúnicos estão sendo convocados à intensa atividade no setor das desobsessões.

O que é obsessão?
Obsessão é o domínio que alguns Espíritos podem obter  sobre certas pessoas, atravez da invigilancia dos encarnados, que abrem brecha na sua mente e no seu coração, permitindo que os desencarnados menos esclarecidos se infiltrem, com suas mazelas. Pode-se afirmar que o problema da obsessão é uma questão de atitudes mutuamente assumidas, pela similitude de pensamentos, pelas crenças , pelos sentimentos, pelas emoções e pelas diferentes tendências para reagir, é a LEI da Afinidade ou Atração.

Como se dividem as obsessões?
A palavra obsessão é portanto um termo genérico pelo qual se designa o conjunto desses fenômenos.
Kardec no livro dos médiuns (cap.XXIII)dividiu as obsessões em quatro fases:
-obsessão simples
-Fascinação
-subjugação
-possessão

Obsessão simples
Na obsessão simples, o obsedado tem consciência da interferência de um Espírito enganador, e este, por sua  vez, não se disfarça, não esconde suas intenções e desejos. Todavia vamos esclarecer que “Ninguém está obsedado pelo simples fato de ser enganado por um Espírito mentiroso, pois o melhor médium está sujeito a isso, sobretudo, no inicio, quando ainda lhe falta a experiência necessária. A obsessão consiste na tenacidade de um Espírito para impor sua vontade, da qual não consegue livrar-se a pessoa, sobre quem ele atua. (L.M. cap. XXIII – Item 238). Uma obsessão realmente começa, quando o obsedado não percebe a influencia do obsessor ao seu lado, e, um se compraz no pensamento do outro.

Fascinação
Tem conseqüências muito mais graves. A fascinação é a influencia, sutil e pertinaz, traiçoeira e quase imperceptível, que Espíritos vingativos exercem sobre o individuo. Trata-se de uma ilusão criada diretamente pelo Espírito no pensamento do individuo e que paralisa de certa maneira a sua capacidade de julgar. O encarnado fascinado não se considera enganado. O Espírito consegue inspirar-lhe uma confiança cega, impedindo-o de ver a mistificação e de compreender o abuso do que escreve ou fala, mesmo quando este salta aos olhos de todos. A ilusão pode chegar ao ponto de levá-lo a considerar sublime a linguagem mais ridícula.Kardec nos alerta que a fascinação é mais comum do que se pensa. No meio espírita ela se manifesta de maneira  ardilosa, através de uma avalanche de livros comprometedores, tanto psicografados como sugeridos a escritores vaidosos, ou por meio de envolvimento de pregadores de instituições que se consideram devidamente assistidos para criticarem a Doutrina e reformularem os seus princípios.

Subjugação
É um envolvimento que produz a paralisação da vontade da vitima, controlando-lhe a vontade. A subjugação pode ser moral ou corpórea.
No primeiro caso(moral) , o subjugado é levado a tomar decisões freqüentemente absurdas e comprometedoras que, por uma espécie de ilusão, considera sensatas: é uma espécie de fascinação. Na subjugação corpórea, o Espírito age sobre os órgãos matérias, provocando movimentos involuntários: Ex. Um individuo, num jantar onde se reunia varias personalidades importantes, de repente é constrangido por uma força irresistível a cair de joelhos diante de uma jovem que não lhe interessava e pedi-la em casamento. (envolvimento moral e corpóreo)

Possessão
Imantação do Espírito a determinada pessoa, dominando-a física e moralmente. Na Gênese (cap. XIV Item 45 a 49), Kardec usa o termo possessão, e o utiliza como forma de ação de um Espírito sobre o encarnado, distinguindo-a da subjugação. Diz-nos Kardec: “Na obsessão, o Espírito atua exteriormente por meio de seu perispirito, que ele identifica com o do encarnado; este ultimo se encontra então enlaçado como numa teia e constrangido a agir contra sua vontade. Na possessão, em vez de atuar exteriormente, o Espírito livre substitui, por assim dizer, o espírito encarnado. Elege o corpo deste para seu domicilio, sem que, entretanto o espírito encarnado  deixe o corpo definitivamente, o que só ocorre com a morte. A possessão é assim sempre temporária e intermitente, pois um Espírito desencarnado não pode tomar definitivamente o lugar de um encarnado, dado que a união molecular do perispírito e do corpo não pode operar-se senão no momento da concepção. (GE. Cap.XIV Item 47)

Complementa Kardec, mostrando a diferença entre obsessão e possessão, dizendo que o “Espírito, em possessão momentânea do corpo, dele se serve como o faria com o seu próprio; fala por sua boca, enxerga pelos seus olhos, age com seus braços, como o teria feito se fosse vivo. Não é mais como na mediunidade falante, em que o espírito encarnado fala, transmitindo o pensamento de um Espírito desencarnado. É este último mesmo quem fala e quem age, e , se alguém o conheceu em vida, reconhecê-lo-á pelo modo de falar, pela voz, pelos gestos e até pela expressão da fisionomia (GE. Cap. XIV –Item 47)

Auto-obsessão
Em Obras Póstumas (Item 58 pg.64) Kardec nos fala sobre auto-obsessão:
É necessário dizer, também, que se acusam, freqüentemente, os Espíritos de fatos estranhos do qual muitas vezes eles são inocentes. Certos estados doentios e certas situações que se atribuem a uma causa oculta, por vezes, devem-se simplesmente ao espírito do próprio encarnado. Kardec finaliza falando “ O homem não raramente é obsessor de si mesmo. Alguns estados doentios e certas aberrações que se lançam à conta de uma causa oculta, derivam do espírito do próprio individuo. São doentes da alma”

Como se reconhece quando se esta obsedado? (LM. Cap.XXIII- Item 243)

– Insistência de um Espírito em comunicar-se , queira ou não o médium, seja pela escrita ou psicofonia etc….opondo-se a que outros Espíritos o façam……….

– Ilusão que, não obstante a inteligência do médium, o de reconhecer a falsidade e o ridículo das comunicações.

– Crença na infabilidade e na identidade absoluta dos Espíritos que se comunicam e que, sob nomes respeitáveis e venerados, dizem falsidades e absurdos.

– Aceitação pelo médium dos elogios que lhe fazem os Espíritos que se comunicam por seu intermediatio.

– Disposição para se afastar das pessoas que podem esclarece-lo.

– Levar a mal a critica das comunicações que recebe

– Necessidade incessante e inoportuna para escrever.

– Qualquer forma de constrangimento físico, dominando-lhe a vontade e forçando-o a agir ou falar sem querer.

– Ruídos e transtornos contínuos em redor do médium, causados por ele ou tendo-o por alvo.

Conclusão
A obsessão, portanto, é quase sempre decorrente de uma imperfeição moral, que permite a associação de idéias entre o obsessor e o obsedado, em conseqüência da Lei de Causa e Efeito. Dizem os Espíritos que Deus permite a ação obsessiva, para por o homem à prova da paciência, da perseverança, do aprendizado, do respeito ao próximo e da Fé na Divina Providencia.

Pesquisa enviada por Veronique – Grupo de Apoio Francisco de Assis – GAFA
Anúncios

Sobre Roberto Barros

Publicitário

11 pensamentos sobre “Obsessão, fascinação, subjugação e possessão

  1. Ceça Furtado disse:

    UMA PESSOA COM A OBSESSÃO DE SUBJUGAÇÃO , TEM COMO SE CURAR , SE LIVRAR DESSE ESPIRITO OU ESPÍRITOS ?

  2. Lena rodrigues disse:

    Muito obrigado pelo esclarecimento.
    Tenho uma amiga que esta passando por essa situação.

  3. Luciene disse:

    Muito obrigada pela preocupação d doar seus conhecimentos. Estou realmente a procura de respostas. Bjos Deus te Abençoe

  4. wilson disse:

    Como afastar os maus espíritos???
    Como repelir os trabalhos de magia negra, bruxaria e macumbas???
    Como se livrar das influencias espirituais negativas???

    1) Tudo no mundo espiritual é sintonia, atração e afinidade moral.
    Os semelhantes se atraem e os diferentes se repelem, essa é a Lei.
    O Bem tem sintonia com o Bem.
    A Virtude tem sintonia com a Virtude.
    O amor tem sintonia com o amor.
    A verdade tem sintonia com a verdade.
    Da mesma forma, o mal tem sintonia com o mal.
    A mentira tem sintonia com a mentira.
    O vicio tem sintonia com o vicio.
    Estamos em sintonia vibratória com o plano espiritual pelos nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.
    Com pensamentos elevados e positivos, com boas ações, com atitudes honestas e corretas, com sentimentos elevados, com a pratica do Bem e da Caridade, eu estabeleço sintonia com os espíritos de luz ou espíritos elevados.
    Estou sintonizado com a Luz e a escuridão não pode se aproximar de mim.
    Se eu não procuro elevar meus pensamentos, não procuro me melhorar moralmente, não procuro praticar o Bem e a caridade, eu fico vulnerável a receber influencias espirituais negativas.
    Eu criei condições mentais negativas para os maus espíritos se aproximarem de mim, pela sintonia vibratória dos pensamentos.
    Nenhum espírito obsessor pode se sintonizar com uma pessoa de pensamentos elevados e positivos, que procura praticar o bem e as virtudes.
    O Bem é mais forte que o mal.
    A Luz é mais forte que as sombras.
    A Virtude é mais forte que o vicio.

    2) O mundo espiritual ou plano astral é regulado pela Lei da Sintonia vibratória ou afinidade moral, os semelhantes se atraem e os diferentes se repelem, cada ambiente ou cada lugar tem um Padrão Vibratório próprio, formado pelos pensamentos, sentimentos e atitudes das pessoas que vivem nesses ambientes.
    Os Espiritos Elevados e os Bons espíritos são atraídos para ambientes que possuem um padrão vibratório positivo, vibrações positivas atraindo outras vibrações positivas, os maus espíritos são atraídos para ambientes que possuem uma faixa vibratória baixa e densa, vibrações baixas e negativas vão atrair outras vibrações baixas e negativas.
    Tudo é sintonia vibratória.
    Muitas vezes os Espíritos elevados ou Espíritos de Luz não podem ajudar uma pessoa, por que, ela se encontra em um ambiente de baixas vibrações mentais, nesses lugares que predominam discussões, palavrões, brigas, fofocas, intrigas, vícios, ódio, raiva, falsidade, racismo, desonestidade, o ambiente é pesado e negativo, portanto, o padrão vibratório é baixo, sendo baixo vai atrair outras vibrações negativas e pesadas.
    Os espíritos inferiores, perturbadores, embusteiros, maliciosos, obsessores são atraídos pelas vibrações mentais negativas e pesadas dos ambientes, é por isso que temos que criar um ambiente moralmente elevado com pensamentos nobres e positivos, para podermos elevar o Padrão Vibratória do ambiente e atrair a assistência luminosa dos Espíritos Superiores.
    O Bem tem sintonia com o Bem.
    O mal tem sintonia com o mal.

    Estamos cercados por espíritos desencarnados que tem uma certa afinidade com os nossos pensamentos, sentimentos e atitudes, essas inteligências desencarnadas nos observam constantemente, é por isso que devemos ORAR E VIGIAR para não cairmos nas influencias espirituais negativas, a nossa AURA muda de Cor e intensidade conforme o nosso estado mental e moral, quando estamos com pensamentos de raiva, ódio, medo, rancor, revolta, falsidade etc…
    Nossa Aura muda de Cor fica com cores escuras e turvas, e os espíritos desencarnados observam isso em nossa Aura e disso se aproveitam os maus espíritos para nos influenciar pelas intuições mentais.
    Eles sabem que estamos numa faixa mental baixa devido aos maus pensamentos, eles se aproximam pela sintonia vibratória e passam a nos acompanhar esperando uma oportunidade para atacar.
    Atacar como?
    Intuindo ou inspirando em nossa mente pensamentos de desanimo, preguiça, revolta, ódio, desejos de vingança, inveja, ciúmes, incentivando brigas, intrigas, fofocas, vicios e ate crimes. Eles procuram alguma brecha em nossa Mente, portanto, temos que vigiar nossos pensamentos, idéias, planos, desejos e impulsos, cuidado, quando eles se estalam a coisa fica perigosa.
    A terapia contra as Obsessões e as influencias espirituais negativas, esta na Disciplina Mental e Moral, mentalizar fortemente pensamentos elevados e nobres, praticar a Caridade e as Virtudes, manter uma Conduta moral reta no Cristo, cultivar a prece sincera, combater os maus pensamentos, combater os maus desejos, combater os vícios, dessa forma a pessoa consegue elevar seu Padrão Vibratório afastando os maus espíritos e atraindo os Espíritos de Luz.
    Atraindo o Bem o mal se afasta gradativamente, assim como o calor afasta o frio.

    A atmosfera terrena ou psicosfera esta repleta de formas pensamentos inferiores e de espíritos apegados a matéria, as paixões, aos vícios e desejos terrenos, existe milhões de espíritos desencarnados na atmosfera e na crosta terrestre, esses espíritos querem continuar a viver a vida material, eles querem saciar seus desejos e vícios e interferir na vida dos encarnados.
    Muitos desses espíritos são sofredores, outros são perturbados e perturbadores, outros são viciosos cheios de manias, vícios, desejos torpes, outros são vingativos e astutos, outros são mentirosos, embusteiros e mistificadores, outros são vampiros sugam os fluidos vitais das pessoas e também sugam os fluidos da nicotina, do álcool, das drogas, outros são maldosos sentem inveja das pessoas boas e corretas e procuram obsidiar essas pessoas, agem pela inveja do bem, são uns infelizes.
    Existe outros espíritos maldosos que se agrupam em bandos ou Falanges e trabalham de forma técnica para vampirizar e obsidiar as pessoas que são invigilantes com seus pensamentos e conduta moral, são os trabalhadores do mal, entidades das sombras.
    Nós os encarnados vivemos dentro dessa região espiritual inferior, por que, ela abrange a crosta e atmosfera terrena, muitos pesquisadores chamam essa região de astral inferior ou umbral.
    Esses espíritos desencarnados apegados a matéria e as paixões e vícios terrenos, possuem um perispirito denso, turvo, grosseiro e impuro e eles sofrem a Lei de gravidade e ficam retidos na psicosfera terrena, para afastar esses espíritos inferiores, perturbadores e obsessores, temos que entender o seguinte, não existem milagres, não existe protecionismo divino sobrenatural, tudo depende das nossas condições mentais e morais ( condições vibratórias), pela Lei das atrações psíquicas, os iguais se atraem e os diferentes se repelem, atraímos espíritos desencarnados que se identificam com os nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.
    Vamos concluir disso tudo, que a Proteção espiritual quem faz é a própria pessoa, conforme seus Pensamentos e Conduta moral.
    Uma pessoa correta, honesta, caridosa, cordial, digna, sem vícios, com pensamentos positivos e nobres, repele naturalmente os maus espíritos, não havendo sintonia vibratória os maus espíritos se afastam.
    A Luz do Cristo repele os agentes das sombras.
    Temos que cultivar as Virtudes ensinadas pelo Grande Mestre Jesus o Cristo, pensar em Cristo, sentir o Cristo, praticar os ensinamentos do Cristo, é se iluminar, e a Luz espanta a escuridão.
    Nós somos filhos da Grande Luz, nós somos Luz, nós estamos na Luz, nós temos a Luz, nós evoluímos é na Luz.
    Essa Luz são as Virtudes, cada virtude que adquirimos mais força teremos para afastar os maus espíritos e atrair os Espiritos de Luz.
    As Virtudes esse é o caminho.

    3) O mundo invisível também conhecido como o mundo espiritual ou plano astral é o mundo habitado pelos espíritos desencarnados, esse mundo é invisível aos olhos físicos mais ele existe ele é real muito real.
    Esse plano espiritual ou extra físico exerce uma influencia muito grande sobre as pessoas, tudo nesse plano é regulado pela Lei das atrações psíquicas ou sintonia vibratória.
    Os iguais se atraem e os diferentes se repelem.
    As pessoas que cultivam maus pensamentos e sentimentos impuros de ódio, raiva, ciúmes, inveja, falsidade, racismo, desonestidade, desejos de vingança, são arrogantes e maliciosos, estão sempre em sintonia com espíritos desencarnados que pensam e sentem a mesma coisa, os semelhantes atraindo os semelhantes, essa é a Lei das atrações psíquicas.
    As pessoas boas, corretas, honestas, cordiais, educadas, trabalhadoras, caridosas, solidarias, que procuram ajudar os necessitados, procuram ajudar os animais, procuram cultivar pensamentos elevados e puros e a prece sincera, essas pessoas estão atraindo pela sintonia vibratória dos pensamentos os Espiritos de Luz, os Espiritos Superiores.
    Tudo depende somente dos nossos pensamentos e da nossa Conduta Moral.
    Como disse o Mestre Jesus, o ser conforme pensar assim será.
    Nós somos o que pensamos.

    Os maus espíritos não conseguem entrar em sintonia vibratória com as pessoas que estão vibrando bons pensamentos e bons sentimentos, a melhor defesa psíquica contra os maus espíritos esta exatamente em nossa melhoria moral e mental.
    Não adianta usar velas, imagens de santos, amuletos, talismã, roupas brancas, terços, palavras sacramentais, sinais cabalísticos, exorcismos, nada disso funciona, é nos pensamentos puros, nobres, elevados, e na pratica sincera do Bem, do amor e das virtudes que esta a proteção contra os maus espíritos.

    4) O Pensamento e a Sintonia
    Existe uma lei chamada Lei de Sintonia vibratória ou a Lei de afinidade moral que o ser humano pratica com seus pensamentos.
    Essa Lei determina que os iguais se atraem e os diferentes se repelem, cada pessoa conforme seus pensamentos, sentimentos e atitudes, vão atrair bons ou maus espíritos conforme o Padrão Moral desses pensamentos, sentimentos e atitudes.
    Uma pessoa que se entrega aos seus maus pensamentos, maus sentimentos e aos vícios, vai estabelecer sintonia vibratória com espíritos desencarnados que pensam e sentem da mesma forma, ou seja, vai atrair uma assistência espiritual ruim.
    O nosso Pensamento tem que estar canalizado somente para coisas positivas e elevadas, o pensamento se propaga no mundo espiritual ou plano astral através de ondas vibratórias e ele vai sempre estabelecer sintonia com os espíritos desencarnados, pensamentos de ódio, raiva, ciúmes, inveja, egoísmo, falsidade, desonestidade, revolta, medo, hipocrisia, desejos de vingança vai sempre atrair espíritos inferiores, perturbadores e obsessores, por que, esses espíritos também pensam da mesma forma negativa, os semelhantes atraindo os semelhantes.
    Pelo pensamento entramos em contato vibratório com o plano astral e os espíritos desencarnados, podemos dizer que os espíritos se comunicam entre si pela irradiação dos pensamentos ou vibrações mentais, portanto, os espíritos desencarnados podem conhecer e ler nossos pensamentos, e os espíritos obsessores podem com isso descobrir nossos pontos fracos.
    É por isso que devemos cultivar pensamentos elevados, nobres e firmes no Bem, para podermos estabelecer sintonia com os Espiritos de Luz e afastar os espíritos das sombras, tudo depende das nossas condições morais e mentais.
    O Pensamento cria correntes fluídicas entre o plano espiritual e o plano material, e nessas correntes fluídicas vamos ter um canal aberto com o plano astral.
    Para resumir, o ser humano com seus pensamentos vai estabelecer sintonia vibratória com os espíritos desencarnados, pensamentos de raiva, ciúmes, medo, revolta, falsidade, egoísmo vai atrair espíritos que pensam e sentem da mesma forma, portanto, temos que disciplinar nossos pensamentos somente em coisas boas e positivas.
    Ler bons livros, ouvir boas musicas, manter contato com pessoas de boa formação moral, cultivar a prece sincera e ter pensamentos elevados e positivos, é a melhor forma de elevar o padrão vibratório dos pensamentos.

    O problema da Obsessão
    O Mestre Allan Kardec em seus livros, fala que são as nossas imperfeições morais que atraem os maus espíritos.
    Essas imperfeições morais são basicamente os maus pensamentos, os maus desejos, os vícios, os maus hábitos e as atitudes negativas.
    Cada imperfeição moral é uma porta aberta para os maus espíritos.
    Allan Kardec explica: assim como as moscas farejam as chagas do corpo, os maus espíritos farejam as chagas morais da alma, para afastar as moscas basta limpar nosso corpo de suas impurezas físicas, para afastar os maus espíritos temos que Limpar nossa alma de suas impurezas Morais, vamos concluir, que é na Limpeza Moral que esta a melhor defesa psíquica contra os maus espíritos.
    Essa Limpeza Moral consiste em:
    a) combater os maus pensamentos e os maus sentimentos
    b) combater os Vícios e os maus hábitos
    c)cultivar a prece sincera
    d)ter uma conduta reta no Bem e nas Virtudes
    e) cultivar a fé Racional para discernir as coisas

    O Mestre Allan Kardec fala em seus livros que o ser humano tem o Livre arbítrio para resistir ou ceder as influencias dos maus espíritos, portanto, nós podemos resistir as influencias dos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores, por que, o Livre arbítrio é nosso.
    Os maus espíritos não tem nenhum poder sobre as pessoas de Bem, são as nossas imperfeições morais que permitem que eles se aproximem de nós, se eu procuro ter um Comportamento Moral reto em Cristo eu vou afastar qualquer espírito obsessor.
    O Bem repele o mal
    A Luz repele a escuridão

    Meus amigos espero te ajudado com essas observações dos meus estudos espiritistas.
    O Mestre Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

    Wilson Moreno discípulo do Mestre Leon Denis.

    • Obrigado Wilson, por suas palavras e este conteúdo que me chega no momento certo, como Luz Divina – considerando uma palestra que desenvolverei sobre o capítulo 23 do Livro dos Médiuns de Alan Kardec intitulado Obsessão…. Que os Mentores o inspirem e o iluminem hoje e sempre! Muito obrigado.

  5. TACARACI disse:

    Republicou isso em MANANCIAL DE LUZ.

  6. Prezados, por ser de interesse de muitas pessoas que conheço, tomei a liberdade de divulgar o trabalho acima descrito em uma página no facebok voltado ao entendimento de assuntos espirituais.

    Foram acrescidas imagens de internet, sob as quais não há qualquer tipo de direito autoral, visto que estão em espaço de domínio público.

    O trabalho será divulgado de forma paulatina, em pequenas doses, a partir de amanhã (13/05/13), sempre a partir das 10hs da manhã.

    Agradeço pelos textos explicativos que, apesar do comentário feito por nosso amigo Adolfo Tavares, a respeito dos equívocos nos textos, mas acredito que a ideia é justamente fazer com que as pessoas pesquisem, conheçam e questionem. Não basta simplesmente aceitar por aceitar o que lemos na internet, em livros, revistas e etc…..

    Forte abraço a todos.

  7. eu sofro muito e nunca consegui entender apesar de ouvir várias explicações,mas nunca soube algo parecido com que aconteçe comigo e o porque isso aconteçe,alguem pode me ajudar?eu sofro muito,pois sinto presenças do meu lado,angustias,cheiro e logo depois saio do ar e me mordo,tanto o labio sauperior quanto o inferior e a lingua e não sinto nada,enfim fico arrasada e muito mAchucada.

  8. Adolfo Tavares disse:

    Olá, primeiramente gostaria de parábenizalo pela pesquisa acerca da obsessão, todavia, lendo eu seu artigo não pude de perceber algumas coisas que a principio poderiam se passar como certas, porém ao pegar toda a codificação e o conjunto da Revista espirita e ir de livro em livro lendo todos os tópicos acerca do tema, posso te assegurar que você cometeu alguns equívocos. Vamos por partes.
    -Primeiramente cumpre esclarecer que no livro dos médiuns Allan Kardec com o auxilio dos espiritos não subvide a obsessão em 4 e sim em três, excluindo nesse caso o tema possesão, ao qual nesse mesmos capitulo o mesmo deixa bem claro sobre o porque dessa exclusão.
    -Segundo o conteúdo acerca da possessão ao qual você fez referência no livro A Genêse, está correta, somente o entendimento que está equívoco. Se pegar os livros ESE. e AGe. e até mesmo algumas ediçoes da revista espirita podemos interpretar de forma dogmatica a possessão e o uso dessa palavra. Porém se ampliar a sua pesquisa acerda da possessão aos livros: Livro dos Espiritos, O que é o espiritismo, Livro dos Médiuns e Obras Póstumas, poderá compreender melhor que a possessão em si não é o termo correto, porém Kardec convenientemente numa figura de linguagem asvezes adota o termo para melhor alusão ao asunto do leitor.
    Espero que não interpretes mal, mas assim como eu pesquisando mais sobre o assunto outras pessoas também devem estar fazendo e poderia incorrer em um erro acerca da obsessão.

    Fraternalmente,
    Adolfo Tavares.

  9. vera harada disse:

    estou feliz de fazer parte do GAFA, mesmo com minha pequenina participação, mas fico feliz quando meus colegas colocam a nossa disposição trabalhos bem elaborados e elucidativos que muito contribuem para meus primeiros passos em crescimento!!! PAX LUX a todos. abs Vera Harada

Grato pelo seu interesse no Bem Viver Apometria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s