OS 10 EQUIVOCOS DO CAMINHO ESPIRITUAL

 Quando começamos a percorrer o caminho espiritual, procuramos a perfeição em nossas vidas. Tratamos de melhorar o nosso caráter, costumes, idéias, alimentação e até a vida social.

Às vezes, fazemos sacrifícios com a finalidade de alcançar uma vida mais plena e feliz; no entanto, muitas vezes não chegamos ao estado de êxtase ou plenitude que desejamos. A decepção pode levar-nos a rejeitar a disciplina que tínhamos empreendido ou, no pior dos casos, pode desmoralizar-nos até o ponto de pensar que “Deus se esqueceu de nós”.

Qualquer que seja a reação está só nos mostrando que cometemos um erro. E um erro pode ser corrigido. O Universo funciona como um grande computador: é preciso saber tocar nas teclas adequadas para obter o que se deseja. Quando não o estamos fazendo, o computador detém-se, espera fria e silenciosamente o sinal elétrico correto.

O Universo tem suas “teclas” e a Metafísica ensina-nos quais são. Algumas escolas esotéricas adulteram estes ensinos, talvez sem nenhuma má intenção, o que leva muitas pessoas a cometerem erros e a frustrarem-se nas suas expectativas.

Autoria desconhecida – Se souber por gentileza informe para ser citado.

Fonte: LUZ DE GAIA 

Anúncios

Sobre Roberto Barros

Publicitário

2 pensamentos sobre “OS 10 EQUIVOCOS DO CAMINHO ESPIRITUAL

  1. Sissi Oliveira disse:

    Em um caminho de busca, buscamos a nós mesmos nesse momento reencarnatório, desenvolver nossos potenciais, nossos dons.
    Infelizmente, ao longo do caminho deixamos de procurar por nós, por nossos ideais, por nosso aprimoramento quanto seres únicos, diferentes.
    Superar, limites, onipotência,e, por vezes impotência (falsa com certeza), autoimpostos em tempos passados. Repetimos, o mesmo comportamento, na esperança que o mundo a nossa volta mude, para nosso conforto e bem estar; sem que para isso necessitemos modificar nosso comportamento viciado.
    Passamos a procurar validação de ações, desejo de reconhecimento, transferência de responsabilidade por nosso comportamento inadequado, conosco, e, com o mundo que nos cerca, é apenas consequência.
    Procuramos no Outro parâmetros e aprovação de comportamento,quando, estamos com certeza utilizando-nos de ferramentas inadequadas para atingirmos nossos objetivos, sem que tenhamos na consciência (consciente) os motivos de tais resultados, ou das ações que nos causa sofrimento e dor.
    Infelizmente, somente quando a dor se torna insuportável é que o ser humano procura modificar-se, inicia o processo de entendimento de que suas ações, impensadas é verdade, é a causa principal de seu sofrimento.
    Pensar a si mesmo, dentro de cada ação que causa sofrimento, talvez, apenas talvez, seja o caminho para que se individualize e participe da vida com mais leveza e grandeza.

  2. ivana bahia garcia disse:

    Amei…vou por em pratica.

Grato pelo seu interesse no Bem Viver Apometria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s