Nossos pais… Nossos espelhos

Família, escola importante

Você acredita ser totalmente diferente de seus pais?

Critica as atitudes e comportamentos deles, sua maneira conservadora de encarar a vida? Aponta seus “defeitos”, mostrando a si mesmo, como se comporta de forma totalmente diversa? Mas será que somos tão diferentes de nossos pais? Porque será que encarnamos nesta família terrena?
Sabemos que a família carnal é a união de espíritos ligados por laços de afinidade e cármicos e, os pais atuais, certamente estão neste cenário para nos mostrar também algo em nós que não admitimos, ou seja, somos mais parecidos com eles do que imaginamos.

Se fizermos uma autoanálise veremos que as inferioridades neles (nossos pais) e ainda de quem mais convivem conosco, podem ser as nossas, podemos agir de maneira parecida em setores diversos.
Muitas vezes, até de forma inconsciente, temos atitudes e comportamentos que relembram os pais. Porém, em diversas oportunidades, os culpamos por nossa infelicidade, pela ausência de prosperidade, pela personalidade indesejável, sem compreender o motivo de estarmos neste ambiente e com tal família.
Quando nos irritamos com palavras, atitudes, comportamentos dos nossos pais; verifiquemos se não agimos da mesma forma com outras pessoas, ou ainda, pensamos igual, mas é claro, escondemos isto de nós mesmos. É evidente que nada é por acaso, tudo tem um propósito divino e favorece a evolução espiritual, seja pelo amor ou pela dor.
O fato é que sempre que negamos, criticamos, julgamos quem está a nossa volta, no fundo, estamos nos comportando de maneira igual com outras pessoas, ou a nível inconsciente, com nós mesmos.
Caso contrário, porque ficaríamos tão irritados? Porque tanta raiva da inferioridade alheia? Porque não aceitamos as falhas, as limitações de outras pessoas, da família, dos pais? Não estamos negando algo que está dentro de nós?
Porque o lado sombra, a parte negativa que todos nós temos, é o reflexo da vida diária. O negativo não está fora, mas dentro de nós. Contudo, o lado sombra não é nem bom, nem ruim, apenas nos mostra que ainda não atingimos a iluminação, estamos em nossa caminhada evolutiva e, é totalmente necessário neste planeta. Temos que compreender que não somos apenas luz, o que é normal. Aprendamos isso de uma vez por todas, diminuindo, desta forma, o sofrimento, a culpa, o medo.
Um coisa muito importante é perdoar nossos pais. Perdoar por seus comportamentos, ausências, pois eles fizeram o máximo que puderam. Se você sofre porque não teve carinho na infância, com certeza tinha que ser assim, pois sua lição era aprender a ser independente, a lidar com a carência, gravada em sua memória celular.
Acaso seus pais não lhe ensinaram a respeito de prosperidade, incutiram em você a idéia de que a vida é difícil, é evidente que esse medo da escassez, a desorganização, já fazia parte de sua personalidade congênita e apenas foi aflorado pela família carnal.
Se por ventura, os pais controlaram sua vida desde a infância, como será que seria se tivesse tido mais liberdade? Será que teria conquistado o que é ou teria se perdido no meio do caminho?
Ninguém faz você sentir medo, mágoa, tristeza, raiva, infelicidade, isso está tudo dentro, é interno, as pessoas só lhe mostram o que tem que ser aprendido e curado!! Então, perdoe seus pais e os aceite. Com isso você se perdoa e se aceita também.
Eles são valiosos instrumentos auxiliares no processo evolutivo, mostram o que viemos resgatar e aprender, aceitaram nos receber como filhos, embora tivessem consciência que haveriam dificuldades e fizeram o possível, dentro de suas possibilidades e limitações. A mágoa dos pais somente revela que existe uma mágoa interna, porque, certamente, nós também temos inúmeras inferioridades, limitações.
Agradeça diariamente pelos pais que tem, aceite suas limitações, veja que você é bem parecido em muitas coisas, comece a enxergar o lado luz deles e também o seu.

Com certeza, você se surpreenderá!

SOS ESPELHOS

Fonte: Luz da Serra – Universo Holístico Evolução e Consciência

Anúncios

Sobre Roberto Barros

Publicitário

Grato pelo seu interesse no Bem Viver Apometria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s