Obsessão Eletrônica

Quando chips e a nanotecnologia são instrumentos da obsessão

A Apometria, desde o seu início com o Dr. Lacerda, na década de 60, trabalha com a retirada de “aparelhos parasitas”, implantados no Duplo Etérico e até no Corpo Astral, pelas forças das Trevas.

É mais comum do que se pode pensar. Em média, de 30 a 40% dos atendimentos realizados por grupos de Apometria acusam a presença de “aparelhos”, como causadores de muitas disfunções psíquicas, emocionais e inclusive fisiológicas.

Sempre por trás desses artefatos estão líderes que costumam ser chamados de magos. Eles comandam verdadeiros laboratórios localizados nas profundezas do Umbral. Esses “cientistas” criam e produzem peças miniaturizadas eletrônicas que são implantadas por técnicos no corpo energético de encarnados.

Como no fator da obsessão corriqueira, em que uma entidade transforma um encarnado em escravo dos seus comandos, a obsessão eletrônica permite o monitoramento à distância – a partir dos laboratórios –, além de uma ação contínua e persistente no equilíbrio energético e físico do obsedado.

E, da mesma maneira, somente pode ser realizada com a ajuda da própria vítima, que permite, através de suas imantações desarmônicas, a concretização do projeto obsessivo.

Portanto, não há obsessor eficiente sem obsedado permissivo. Novamente se torna relevante lembrar que o melhor antídoto está na máxima do Evangelho de Jesus: “Vigiai e Orai”.

Para saber + http://amigosdaapometria.blogspot.com/

Anúncios

Sobre Roberto Barros

Publicitário

Grato pelo seu interesse no Bem Viver Apometria!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s